CPFL Piratininga e Aneel aprovam projeto da Facens

Smart Campus Facens

Faculdade de Engenharia de Sorocaba substituirá todas as lâmpadas fluorescentes de ambientes internos por LED para promover redução de custos e uso eficiente da energia 

A Facens (Faculdade de Engenharia de Sorocaba), comemora a aprovação do projeto “PEE (Programa de Eficiência Energética das Concessionárias de Distribuição de Energia Elétrica) CPFL FACENS 2016”, pela CPFL Piratininga (Companhia Paulista de Força e Luz), responsável pelo fornecimento de energia em Sorocaba, e pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Gerenciado pelo Smart Campus da Facens, o projeto prevê a substituição, a partir de 13 de dezembro, de todas as lâmpadas de ambientes internos do campus por LED. Para promover o uso eficiente da energia, a redução de custos e de consumo elétrico no campus e disseminar hábitos mais eficientes e racionais de uso dos equipamentos elétricos por intermédio de medidas socioeducativas, a Facens criou também o CICE (Comissão Interna de Conservação Energética), para dar continuidade ao trabalho de educação e conscientização sobre economia de energia, por meio de palestras, workshops e de novos projetos. 

“O CICE começará a atuar após a implantação das lâmpadas LED, e o foco será a conscientização energética, ambiental e o desenvolvimento de projetos que levem em consideração premissas de sustentabilidade”, explica a coordenadora de projetos do Smart Campus da Facens Luciana Gomes.

Com a substituição das lâmpadas fluorescentes (T5, T8 e HO) dos ambientes internos da FACENS por lâmpadas LED, estima-se uma redução de consumo de 48%, totalizando uma economia de 137,61MWh/ano. O programa PEE CPFL FACENS 2016 será realizado em parceria com a ESCO (Empresa de Serviços de Conversação Energética) CPFL Eficiência, empresa do grupo CPFL, que foi responsável por todo trabalho prévio de medição de consumo de energia do campus e irá comparar a economia após a troca das lâmpadas fluorescentes por LED, tanto em termos de consumo de energia como financeiro.

O projeto “PEE CPFL FACENS 2016” foi apresentado pela Facens na chamada pública RC/PEE 001/2016, e está de acordo com a lei nº 9.991, de julho de 2000, que torna obrigatório o investimento de 0,5% da receita líquida das concessionárias e permissionárias de distribuição de energia elétrica em projetos que estimulem a eficiência energética no uso final. 

More news of the following category "Smart Campus Facens"